Contrato de mediação imobiliária

CMI

 

CMI: Contrato de Mediação Imobiliária   

Um CMI é estabelecido entre um proprietário que quer vender um imóvel e uma agência de mediação imobiliária.  Aqui é importante que o proprietário, ou proprietários, tenha certeza de que realmente deseja vender o imóvel, e de que é realmente proprietário do imóvel, ou seja, que tenha toda a documentação do imóvel em dia. Essa documentação inclui: certidão predial, registo predial,alvará de utilização, certificado energético, caderneta predial das Finanças,planta do imóvel.  Outros documentos necessários são: cartão de cidadão do proprietário, modelo de branqueamento de capitais. Uma reportagem fotográfica é produzida com a visita ao imóvel. 

O contrato tem uma duração estabelecida, normalmente de 6 meses. Tem também o valor de venda e a comissão da mediadora. Essa agência mediadora tem um seguro de responsabilidade civil.   O regime de contratação pode ser de exclusividade ou não. O regime de exclusividade não elimina a possibilidade de que o mediador angariador possa partilhar a venda, e com isso atingir um público maior de possíveis interessados, mas de forma coordenada. Já o regime de não exclusividadepode colocar o proprietário na posição do “cão com dois donos que morreu de fome. Um dono assume que o outro vai alimentar o cão, e nenhum dos dois o faz. "

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OKSubscriptions powered by Strikingly